A plataforma de computação cognitiva Watson será aplicada nos e-mails para tornar a caixa de entrada menos caótica. De acordo com a IBM, criadora do Watson, será possível que você obtenha informações relevantes assim que o e-mail chegar, sem que você sequer precise abri-lo.

A priorização das mensagens se dará pelo contexto das suas últimas conversas, pelos seus interesses, pelo cargo da pessoa que escreveu a você e pelo tom usado no texto–informação obtida pelas APIs de análise de sentimentos do Watson.

Leia a notícia completa no site da Exame